plano-sequência ideal

outubro 13, 2007

platão de olhos fechados forçando a criação dum mundo ideal trancafiado em sua caverna de sombras e reflexos turvos apurando a vista cansada com o foco forçado o foco que não entende bruxuleios de sambistas bicudos na concentração do sambódromo que não entende a polifonia espectral que se desenrola nessas paredes sujas e tortas forçando a vista e tentando controlar o movimento das pupilas numa espécie de autonomia psicossomática radical um ascetismo sensorial que nos obrigaria a controlar os menores movimentos e fluxos de nossos corpos (as batidas do coração o movimento dos pulmões a quantidade exata de insulina para cada bocado de açúcar ingerido um despertador biológico que nos acordaria com a precisão dum relógio nuclear) todos os comandos do corpo esquecido ao alcance dum movimento mental ou duma reflexão que não dá a volta nela mesma ou duma mentira que a gente acredita logo de cara e que nos faz voar 

 

voar

 

[CARLOS ARRUDA]

 

banner-luta.jpg

Anúncios

Uma resposta to “plano-sequência ideal”

  1. Fábio Buchecha said

    O teaser em p&b ficou instigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: