> blog póstumo > blog disléxico > atrasado > autista

outubro 12, 2007

Este aqui é um blog póstumo. As gravações estão quase por acabar, faltam quase três dias. Eu, numa auto-defesa descarada, já me pergunto: por que tão tarde? Pergunto-me.

Começar uma agenda no melhor estilo “meu querido diário” faltando três dias para o final das gravações é realmente patético. Mea culpa. Como eu não me considero tanto assim, presto-me a tão ridículo papel e começo esta agenda de luluzinhas vitimizadas e orkuteiros recalcados; de masturbadores virtuais e gatinhas de bate-papo que fedem a cerveja e nicotina e estão sempre com a barba por fazer; de solitários sedentários e nômades de páginas pornô.Já agrido que é pra me adiantar.

Acho a internet uma falta de coisa pra fazer. Uso para o necessário e quero que o resto se dane. Não respeito e quero, repito, que se dane. Acho que é uma vida de mentira mesmo, essa de ficar atrás do monitor tentando se relacionar com outras pessoas. Não vejo razão. Mas também, “razão”? A esta altura do campeonato? Desconsiderem.

Ou não.

Os bares estão abertos, as praças, ainda que horrorosas, estão aí; e, se tudo está uma merda, temos ainda as quinas das calçadas.

Mas, mesmo assim, preferimos os confortos de nossas escrivaninhas e diluímos nossas frustrações e culpas em esmegma e tesões mal-resolvidos. Não tenho moral nenhuma pra falar. Escrevo um espelho. Mea culpa, mea maxima culpa.

Então vou começar um querido diário aqui.

E eu podia ter dito só isto mesmo. 

[CATO ALBERICO RIBEIRO]

banner.jpg

Anúncios

Uma resposta to “> blog póstumo > blog disléxico > atrasado > autista”

  1. Alessandro said

    Nossa triste sociedade se afunda no egoísmo dos que sentaram a bunda na tão ansiada estabilidade financeira trancados em seu mundinho medíocre de condomínios, vivendo agora na esperança que o panetone de natal e as doações de caridade lhe garantam uma vaga no céu.

    Do outro lado da gangorra, na área urbana que está ao redor do centro urbano, vive a encarnação da vítima, fãs de Gerson mesmo sem conhecer formalmente sua lei, como todo animal morderá o primeiro que ameaçar furar a fila do buzão e vai sair no tapa pra viver mais um ano de bolsa-cota-sub-existência.

    Lá de cima os oportunistas, que, escolhidos por nós mesmos manipulam intelectuais desprovidos de inteligência, Confúcio nos alertou sobre estes, porém abastados a arte do falar bem, a fim de continuar mantendo a guerra-quente de classes criada nos anos 70 com um único propósito de nos fazer acreditar que o preto é ladrão e que a elite odeia o pobre.

    Relacionamento na Internet é tudo que deseja o grande irmão. A elite trancada nos condomínios acessando a Internet com medo de ir às ruas e o pobre nos tele-centros acessando a Internet pois seu dinheiro não chegou ao fim do mês. Engraçado, talvez um recado, é vê-los se evitarem nas ruas e virarem irmãos ou amantes na rede.

    E eu, que nos anos 80 andava pelas ruas fazendo aniversário e envelhecendo na cidade, hoje, sem saber o que são férias ou fins de semana, envelheço no meu quarto enquanto estudo nas madrugadas e no metrô enquanto vou pro trabalho, pra poder dar aos meus filhos uma vida decente de elite-do-povo.

    Ainda podemos mudar, só precisamos ser corajosos, abandonar o egoísmo e assumir responsabilidades, não deixá-las na mão de oportunistas que farão de tudo para nos transformarem em dependentes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: